Estudio de Criação

Oficina-de-gravação-de-estúdio-2-2

Em 2011 foi implementado o projeto Estúdio de Criação tem como objetivo a realização de atividades de criação no campo da música, voltadas para a composição e produção musical em estúdio com a participação de um público de jovens e adultos da Serrinha. Um dos objetivos do projeto foi por em funcionamento o Estúdio da Vovó, na Escola de Jongo, utilizando os equipamentos de som adquiridos pelo grupo através do Ponto de Cultura (em parceria com o MINC).

Durante o segundo semestre de 2011 foram realizadas oficinas de composição musical e técnicas de gravação em estúdio na Escola de Jongo que resultaram no show “Partido Mínimo” apresentado em novembro do mesmo ano no SESC Madureira.

Ficha técnica do Projeto:

Realização: Grupo Cultural Jongo da Serrinha

Coordenação do projeto Estúdio de Criação: Dyonne Boy e Ricardo Cotrim

E 2012 foi organizada a mostra Estudio de Criação no SESC Madureira para o lançamento do Disco com o mesmo nome e inspirado no universo do jongo

IMG_1562
A mostra Estúdio de Criação apresenta peças musicais criadas por diferentes compositores e produtores da cidade do Rio de Janeiro inspiradas no universo musical do jongo. Os compositores e produtores convidados atuam como interlocutores entre a tradição do jongo e a diversidade da música contemporânea. A livre imaginação e expressão a serviço da criação de subjetividades e novas perspectivas no campo musical.

A exposição também apresenta uma série de objetos e instrumentos musicais criados pelo PROJETO CELSO MARINHO – “RECICLANDO E SOBREVIVENDO, DANDO IMPORTÂNCIA SEM SER IMPORTANTE”. Celso Marinho é poeta, 52 anos, nascido e criado no morro da Serrinha onde desenvolve um trabalho de reciclagem e reutilização de materiais em sua oficina localizada no Beco Novaes, numero 6, casa 2.

Ficha técnica da mostra Estúdio de Criação:

Realização: Grupo Cultural Jongo da Serrinha e SESC Rio
Coordenação geral: Dyonne Boy e Ricardo Cotrim
Direção de arte e fotos : Alcinoo Giandinoto
Produção: Ana Maria Bonjour

O CD Estudio de Criação

Herança africana em terras brasileiras, síntese de ritos imemoriais de fertilidade, fronteira entre música, dança e magia. Assim é o jongo – o jongo dos pretos-velhos, que chegou aos nossos dias pela mão de seus tataranetos e hoje encanta gentes para além dos morros, terreiros e quilombos onde foi plantado. Fruto desse encantamento, o disco Estúdio de Criação reúne oito faixas em que o jongo é livremente revisitado por produtores e compositores cariocas de perfis diversos, tendo como elemento comum o uso das modernas ferramentas digitais de gravação, edição, mixagem e processamento de som. Sinal destes tempos em que a criação musical está cada vez mais embebida em tecnologia. Dai-me licença! O jongo dos tambores ancestrais é aqui também eletrônico, jongo jungle, ressignificação e experimento. Pois sou capaz de apostar que o saudosíssimo Mestre Darcy da Serrinha, figura seminal que tanto contribuiu para a divulgação do gênero, festejaria o resultado desta iniciativa. Foi ele, o filho da legendária Vovó Maria Joana Rezadeira, afinal, quem agregou instrumentos harmônicos como violão e cavaquinho à percussão característica do jongo, ainda na década de 1970, e sonhava com a pompa e circunstância sinfônica dos naipes de cordas e metais para emoldurar suas cantigas. O som de Estúdio de Criação, nesse sentido, inscreve o sempre eloquente jongo na encruzilhada entre o tradicional e o contemporâneo, apontando novas possibilidades de escuta. “Finca tenda aí!”, como diz o verso. E que venham as próximas encruzilhadas.

Luis Filipe de Lima, músico e escritor

Ficha Técnica do CD:

1.Bananeira Nasceu (João Hermeto)
produzido e gravado por João Hermeto, Estúdio Casa 5
mixado por Hamilton Augusto
2. Retratos Sonoros do Jongo da Serrinha (Vania Dantas Leite)
produzido por Vania Dantas Leite, Estúdio de Música Eletroacústica do
Instituto Villa-Lobos (eme-ivl)
*Peça acusmática composta com materiais de áudio gerados a partir de
gravações originais da festa de 13 de Maio na Escola de Jongo, morro
da Serrinha, 2012.
3. Última Oração (Wladimir Gasper)
produzido por Pedro Bernardes, Estúdio Wladimir Gasper
gravado por Ramiro Mart
vozes e coral: Pedro Bernardes
programações e timpano: Wladimir Gasper
percussões: Ricardo Cotrim
tubas e french horn: Quarteto Utópicos
4. Chopongo (Kassin)
produzido por Kassin, Estúdio Nave
5. A Só (Pedro Tie,Ricardo Cotrim, Gerson Carvalho e Dilmar da Silva)
produzido por Bolimbolacho (Ricardo Cotrim e Pedro Tie), Estúdio da
Vovó (Escola de Jongo)
participação de Anderson Vilmar (tambores)
6. Jongo Beat Lounge (Marquinho “o sócio”)
produzido por Marquinho “o sócio” e Dj Michell, Estúdio Base Sonora
gravado por Claudio Girard. Mixado por Marquinho “o sócio” e Claudio Girard
programação de bateria: Dj Michell e Marquinho “o sócio”
programação de percussão, baixo,violão, synths, backing vocal:
Marquinho “o sócio”
7. Summing (Duplexx)
produzido por Duplexx (Bartolo e Leo Monteiro), Estúdio Matrioska
sintetizador, samples e guitarra: Bartolo
sintetizador e percussão eletrônica: Leo Monteiro
8. Jongo no Dub (Digitaldubs)
produzido por Digitaldubs (Marcus MPC), Estúdio Muzambinho
participação de Jam da Silva

Coordenação de produção: Ricardo Cotrim
Projeto gráfico e fotos: Alcinoo Giandinoto
Masterização: Magic Master/ Ricardo Garcia
Rio de Janeiro, agosto de 2012